Dicas Euro Pneus – 9 dicas de como cuidar do motor do seu carro.

0

Quem tem um veículo sabe que a correta manutenção de todos os equipamentos e componentes é fundamental para o bom funcionamento e a preservação da vida útil. Nesse sentido, os cuidados com o motor do carro, assim como com a bateria, são essenciais e merecem uma atenção exclusiva nas revisões. Cuidando desses itens, o condutor evitará possíveis gastos.

Por isso, selecionamos, para este artigo, entender como funciona o motor de um carro e algumas das melhores práticas que qualquer proprietário pode adotar para cuidar melhor do motor e da bateria de seu veículo. Continue a leitura e aprenda como cuidar do motor do carro!

1. Como cuidar do motor do carro realizando a troca de óleo e filtros

Além de ajudar na limpeza do motor e na movimentação das peças, o óleo é responsável por retirar fragmentos microscópicos de metal que surgem entre as peças do propulsor.

Por ter papel fundamental, a troca de óleo precisa estar sempre em dia. É preciso observar os prazos estipulados pela fabricante do veículo, que, normalmente, é algo a cada 10 mil quilômetros rodados ou seis meses. É importante que a substituição seja feita sempre pelo produto indicado nas especificações. Na dúvida, é só consultar o manual do proprietário.

Os filtros de ar, de combustível e de óleo devem ser trocados dentro do prazo estabelecido pela fabricante do veículo. Esses itens são responsáveis por evitar que impurezas cheguem ao motor do carro.

Uma observação importante a ser feita aqui é que sempre que a troca de óleo for feita, também se deve trocar o filtro do lubrificante. No caso do filtro de ar e de combustível, a média é a cada 10 mil quilômetros rodados. Entretanto, cada veículo é um caso e, mais uma vez, o manual do proprietário é o melhor guia nessas situações.

2. Partida

Muitos não sabem, mas realizar a partida de forma correta faz parte dos cuidados com o motor do carro. É que quando damos a partida no veículo é exatamente o momento em que a bateria é mais cobrada. Isso acontece porque ela necessita fazer a distribuição de energia entre diversos componentes para dar início à operação do carro.

Uma dica muito simples para melhor conservar o módulo de bateria é desligar tudo antes de dar a partida no carro. Aqui entram diversos acessórios e componentes do veículo como limpadores, ar-condicionado, luzes internas, farol, DVD, sistema de som e GPS.

3. Transmissão

Em um veículo, a transmissão é um dos componentes mais significativos e ficar atento à correta manutenção poderá evitar maiores danos no futuro.

Sendo assim, é interessante que o condutor fique atento para fazer a alteração do fluido da transmissão. No que diz respeito ao filtro, as trocas devem ser feitas, em média, a cada cinco mil quilômetros rodados.

4. Óleos refrigerados e água do radiador

Dúvidas de como manter um carro com o radiador funcionando bem? É só prestar atenção nos óleos refrigerados. Eles não custam caro e são essenciais para que o radiador funcione de maneira correta. Além disso, é possível aumentar a sobrevida do motor e da transmissão com esse simples item.

Isso pode parecer algo sem muita importância no conjunto geral, mas conferir se a água do radiador está no nível correto é fundamental para que o motor funcione como deveria e tenha sua vida útil prolongada. O nível do reservatório precisa estar entre o mínimo aceitável e o máximo permitido, e essa verificação deve ser feita com o motor do carro frio.

Quando o nível não está correto, o motor poderá sofrer com superaquecimento. O processo de verificação é simples e pode ser feito antes de sair com o carro. Vale chamar atenção para a troca do aditivo do radiador, que deve ser feita a cada 10 mil quilômetros. Esse item auxilia na limpeza do sistema de arrefecimento.

5. Troca de marchas

Uma dica muito simples de como cuidar do motor do carro e que ajuda muito é tomar cuidado com a troca de marchas, que deve ser feita de forma suave. Em caso de dúvidas, o manual do proprietário traz todos os detalhes sobre a velocidade correta para que as trocas possam ser feitas.

6. Terminais da bateria

É recomendado verificar a situação dos terminais da bateria de tempos em tempos, pois pode acontecer de eles ficarem frouxos, corroídos ou sujos. Além disso, pode aparecer uma camada de zinabre por ali devido a possíveis vazamentos do líquido interno da bateria.

Para a manutenção da bateria, a limpeza dos terminais é muito importante. Sempre que for verificar como está o nível da água, aproveite para conferir e limpar os terminais.

Essa limpeza pode ser feita com os seguintes itens: água destilada, bicarbonato de sódio e pente de aço. Basta misturar os ingredientes até que uma pasta seja formada e, então, colocar um pouco da mistura nos terminais e raspar com a escova de aço para retirar a sujeira. No final, é só remover o que sobrou com um pano comum.

Lembre-se de, antes, desligar os polos positivo e negativo da bateria para evitar acidentes. A propósito, o uso de vaselina nos terminais, em substituição à graxa, apresenta resultados melhores.

7. Nível de água da bateria

A cada três meses, é recomendado dar uma olhada na situação do nível da água da bateria. Uma dica simples para essa situação é, se ao olharmos no fundo do tubo usado para encher virmos a água, significa que o nível está bom. Caso contrário, é preciso usar água destilada para encher. Aliás, qualquer tipo de água que não a destilada prejudica a bateria.

Considere, também, que existem diversas baterias e cada uma requer um nível diferente, assim como há opções que não precisam de água.

8. Gasolina aditivada

Quando se fala em dicas para cuidar do seu carro, muitos não imaginam, mas a gasolina aditivada traz diversos componentes que auxiliam na limpeza interna do motor e dos injetores. Com esse tipo de combustível, não teremos resíduos, o que faz com que a queima de ar e combustível seja muito mais eficiente. Gasolina convencional não traz esses aditivos para ajudar nos cuidados com o motor do carro.

9. Limpeza do motor

Há vários motivos que conferem a necessidade da limpeza do motor. Sendo assim, lavá-lo de ano em ano, por exemplo, vai garantir que, além de limpo, ele trabalhe com mais eficiência. Ademais, com o motor do carro limpo, o condutor percebe mais facilmente quando surge algum defeito. Entretanto, é preciso alguma atenção no momento da limpeza.

Os cuidados com o motor do carro e com a bateria são contínuos e exigem atenção. Contudo, fazendo isso, muitas dores de cabeça poderão ser evitadas.

No mais, lembre-se de que tudo aqui também diz respeito à segurança de quem dirige e de terceiros.

Compartilhar

Deixe uma resposta