ANALISE ESPECIALIZADA APONTA QUE MORETTO É O QUE ESTÁ EM MELHOR SITUAÇÃO PARA SER DEPUTADO PELA REGIÃO OESTE.

0

Depois que foi divulgada, a pesquisa espontânea para deputado estadual do instituto Segmenta levantou uma série de questionamentos acerca de quem deve ser “o deputado” ou “os deputados eleitos” pela região oeste.

A redação do site akitafacilnews.com.br procurou um analista político para fazer um balanço do cenário que se desenha.
Mauro Fonseca analisa que a situação mais confortável é mesmo do pré-candidato Valmir Moretto. Entenda porque:
Segundo Mauro, Valmir está numa posição confortável por conta do partido em que está.
“O PRB é uma sigla em ascensão, conta com um deputado federal eleito e bem avaliado que é o Adilton Sachetti, o mesmo tem o apoio incondicional do ministro da Agricultura, Blairo Maggi que é uma grande liderança a nível de estado. Isso por si só já é uma grande ferramenta quando se fala de transferência de votos”.

Outro quesito que pesa muito a favor de Moretto é seu trabalho enquanto prefeito de Nova Lacerda que foi avaliado como um dos 100 melhores do Brasil e o pré-candidato tem sabido usar isso de forma muito eficiente como bandeira de campanha.

A adesão de lideranças da região oeste é outro ponto forte, já que Moretto conta com o apoio de vários prefeitos, vereadores, produtores e populares de Cáceres a Sapezal.
Vale lembrar que a pesquisa foi feita em 75 municípios e a área de atuação de Moretto se restringe a 23 cidades o que elevaria e muito esse percentual de 0,80% no geral. O cenário é muito bom, mas a região oeste tem um universo de 230 mil eleitores e nesse cenário Valmir tem em média 9 a 11% o que varia numa quantidade de 20 a 24 mil votos
Por fim o analista vê Valmir como o cabeça de chapa numa coligação que deve eleger entre três e quatro deputados.

Sobre Adriano a avaliação é de que embora tenha pontuado bem na pesquisa suas chances de êxito podem estar comprometidas por conta da sigla (DEM) que deve reeleger Mauro Savi, Dilmar Dal’Bosco e o presidente da assembleia Eduardo Botelho. Ainda por fora corre o ex-governador Júlio Campos, ambos os citados pontuaram muito à frente de Adriano, portanto a chapa dificilmente para não dizer impossivelmente fará o quinto deputado
Em relação a Lair Motta, Mauro analisa que sua situação poderia ser melhor se Moretto não estivesse ganhando terreno dentro da sua própria região.

“Tenho visto o Moretto ganhando adesões em Mirassol, Quatro Marcos, Jauru, Vale de São Domingos e até mesmo em Figueiropolis D’oeste que é o reduto principal de Lair, outro ponto de perca para Lair é o fato de que o partido (PSD) tem 6 deputados no exercício do mandato, dos quais 4 aparecem bem a frente dele na pesquisa (Pedro Satélite, Gilmar Fabris, Wagner Ramos e Nininho). E no geral dentro da amostragem Lair aparece atrás de seus dois concorrentes diretos Moretto e Adriano. ”

Finalizando o jornalista projeta um cenário de 22 mil votos para Moretto, o que deve garantir sua eleição com folga já que pelo quantitativo um candidato do PRB precisará de 16 a 17 mil votos para se garantir.
Já no DEM, a disputa de uma cadeira deve começar em 24 mil votos e no PSD 26 mil.

Por Mauro Fonseca

Compartilhar

Deixe uma resposta