Apoena leva a Educação Empreendedora aos estudantes de Pontes e Lacerda .

0

Cerca de 2 mil alunos das Escolas Estaduais 14 de Fevereiro e 6 de Agosto participam do Crescendo Empreendendo, desenvolvido pelo Sebrae 

Pontes e Lacerda (MT), 6 de junho de 2019 – Vinte turmas da Escola Estadual 6 de Agosto concluem hoje o Crescendo e Empreendendo, metodologia do Sebrae implementada em Pontes e Lacerda com o apoio da Apoena. Antes deles, alunos da Escola Estadual 14 de Fevereiro foram beneficiados com o programa Educação Empreendedora promovido pela mineradora. De maio a junho, cerca de 2 mil estudantes tiveram acesso à capacitação, que tem como finalidade provocar uma discussão com os jovens sobre trabalho, negócios e empreendedorismo. Pretende-se que eles conheçam esse universo e se predisponham a identificar oportunidades por meio da adoção de atitudes empreendedoras.

As 12 horas do Crescendo e Empreendendo estão divididas em três encontros:

  • Descobrindo atitudes empreendedoras;
  • Empreendedorismo na vida, no mundo do trabalho e dos negócios;
  • Pensando no Futuro.

“Ficamos muito satisfeitos com o resultado e alcance do programa Educação Empreendedora em 2018, o qual beneficiou crianças e adolescentes matriculados no ensino fundamental de escolas municipais de Pontes e Lacerda, Porto Esperidião e Vila Bela da Santíssima Trindade. Em função disso, decidimos ampliar, incluindo o ensino médio, a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e as escolas estaduais. Esta iniciativa resultará nos empreendedores que irão gerar negócios, emprego e renda na região. Eles são o futuro”, ressaltou Jorge Camargo, Gerente-Geral da Apoena.

O apoio da mineradora consiste no fornecimento nos materiais e equipamentos necessários para a ministração das aulas. “Representantes da Apoena e Sebrae estiveram conosco em dezembro para propor os programas. Aceitamos sem hesitar, afinal, todo conhecimento e experiência diferenciada que pudermos oferecer a esses jovens serão bem-vindos. Assim como os nossos parceiros, acreditamos que eles são o futuro e o empreendedorismo é uma alternativa diante de um mercado de trabalho que não consegue absorver toda a mão de obra disponível”, afirmou Marta Leonora Mazeto Bernardelli, Diretora da Escola Estadual 14 de Fevereiro.

Compartilhar

Deixe uma resposta