Bebê nasce com anticorpos contra a covid-19 na Espanha.

0

Um bebê nascido na última sexta-feira (23) no Hospital Universitário San Jorge, na cidade espanhola de Huesca, teve anticorpos contra a covid-19 detectados em um teste sorológico. O recém-nascido ainda chegou a testar positivo para a doença causada pelo novo coronavírus em um primeiro teste PCR, mas depois deu negativo num segundo exame do tipo, que coleta amostras do nariz ou da garganta com cotonetes.

Segundo informações da imprensa espanhola, o caso chegou a intrigar os médicos por causa do primeiro diagnóstico positivo para a covid-19. No entanto, após ser respeitado o protocolo de esperar 48 horas para a realização de um novo teste PCR, o diagnóstico negativo leva a crer que o bebê pode ter adquirido os anticorpos pela placenta da mãe.

Os casos relatados de transmissão de anticorpos da mãe para o bebê são raros no mundo. O mais frequente é a presença do vírus no recém-nascido, que pode acontecer até pela contaminação do ambiente. No caso do bebê espanhol, a hipótese de transmissão pela placenta é a mais provável porque os recém-nascidos não são capazes de gerar por si próprios a imunidade contra a covid-19. O processo é conhecido como transmissão vertical.

A mãe do bebê nascido em Huesca já havia dado positivo num teste PCR quando deu entrada no hospital, o que reforça a tese de transmissão dos anticorpos pela placenta, que fornece nutrientes da mãe para o feto. Há ainda a possibilidade de transmissão no parto quando o bebê indica positivo para a presença do vírus. Não foi o caso do recém-nascido espanhol porque o segundo teste PCR deu negativo para a contaminação pelo novo coronavírus.

Do UOL, em São Paulo

Compartilhar

Deixe uma resposta