Combate ao Crime Organizado prende mais de R$ 200 mil em residência

0
Arcanjo retorna a prisão após comandar organização.

Policiais do GCCO ( Grupo de Combate ao Crime Organizado) realizaram durante a manhã desta quarta-feira (29), parte da “Operação Mantus”, apreendendo o bicheiro João Arcanjo, em sua residência localizada no bairro Boa Esperança na grande Cuiabá. Na casa, foi encontrado o valor de R$ 201.890,00. De acordo com informações, o dinheiro se encontrava em diversos cômodos da casa e a suspeita é que tenha origem do jogo do bicho.      

Policiais estão desde as primeiras horas da manhã na residência do “ex-comendador” cumprindo, além do mandado de prisão, busca e apreensão de documentos. O genro de Arcanjo, também é alvo de mandado de prisão. 

Segundo a Polícia Civil, Arcanjo, que deixou a prisão em fevereiro de 2018, segue comandando a atividade de jogo do bicho em Mato Grosso. Ele já foi acusado de comandar o crime organizado no Estado nas décadas de 80 e 90 e havia sido preso em 2002, na “Operação Arca de Noé”. 

As investigações que resultaram nesta operação iniciaram em agosto de 2017, conseguindo descortinar duas organizações criminosas que comandam o jogo do bicho no Estado de Mato Grosso, e que movimentaram em um ano, apenas em contas bancárias, mais de R$ 20 milhões.  

ViaNarrymah Gabrielly
Compartilhar

Deixe uma resposta