Criminosos matam taxista e mandam vídeo de tortura para a família da vítima

0

Quatro criminosos torturaram e mataram o taxista Douglas da Silva Dantas, de 34 anos, na terça-feira (8/8), de acordo com a Polícia Civil. O corpo dele foi encontrado nesta quarta-feira (9/8) depois que a família recebeu imagens do crime e registrou um boletim de ocorrência. O crime é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá.

Até a publicação desta reportagem nenhum dos suspeitos de cometerem o crime haviam sido presos.

De acordo com a Polícia Civil, o corpo do taxista foi encontrado em uma região de mata, próximo ao aterro sanitário de Cuiabá, que fica no Bairro Barreiro Branco. Ele estava caído próximo ao carro dele.

Douglas tinha um corte profundo no peito em direção ao coração e no pescoço. No vídeo enviado à família, o taxista aparece amordaçado e com as mãos amarradas.

Os criminosos apontam a faca para ele e começam a gravação. Em seguida, começam a cortar o pescoço de Douglas. A suspeita é de que uma rixa entre facções criminosas tenha motivado o crime.

Segundo a polícia, a mãe da vítima registrou um boletim de ocorrência nesta quarta-feira para denunciar o desaparecimento do filho. Ela contou que a família recebeu fotos e vídeos de Douglas vivo e, pouco tempo depois, morto. O caso segue sob investigação.

Compartilhar

Deixe uma resposta