Eternos namorados.

0

Quando nos vimos à falar do dia dos namorados sejam solteiros, sejam casados (eternos namorados) nada define mais que 1 coríntios 13, porque aonde duas pessoas estão juntas o amor tem que está em primeiro lugar e nós só amamos porque antes alguém nos amou primeiro e nos amou de maneira especial que foi DEUS.

Muitas vezes tem tantas pessoas juntas, mas que são unidas só por sentimentos, paixão, até mesmo algo que convém, mas o amor ainda não chegou e as vezes nem chegará e se não for amor logo se despacha, porque uma convivência sem amor não sobrevive, não se basta quanto mais juntos andamos podemos nos decepcionar ou decepcionar o outro.

Agora aonde tem amor tudo se realiza com mais paciência sempre um acaba se colocando no lugar do outro sempre com esperança em todas as circunstancias por mais difíceis que pareçam e aí o 1Coríntios justifica tudo porque ninguém deixa um ao outro para o lado, aonde o Senhor desenvolveu de forma tão linda descrevendo que o amor é sofredor, é benigno, , não é invejoso não trata com leviandade , não se ensoberbece, não porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal, não  folga com a verdade , tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta enfim nunca falha. Aí nós vamos vendo que o amor é a base  ,  é de fato o que nos leva a fazer tudo que fazemos , a tomar todas as atitudes que tomamos, pois, é ele que nos conduz e só assim vamos vivendo de maneira à nunca fazermos para o outro o que não queremos para nós e vamos honrando um ao outro em todo tempo sem muito esforço por mais falhas que possamos ter .

A palavra do Senhor nos ensina a honrarmos os esposos e esposas da mocidade , não é porque não são mais jovens que tudo se acabou , de maneira alguma, são eternos namorados, não podemos é esquecer disto. De fato, tudo que precisamos é amar, respeitar, assim como Deus nos amou e tudo se torna mais simples quando amamos ao Senhor, porque viveremos tudo isso com mais facilidade, em obediência e prosseguiremos encorajando um ao outro reconhecendo o valor do presente que nos foi dado por Deus, com gratidão fazendo valer a pena. Amém.

Christiane Cavalcanti

Compartilhar

Deixe uma resposta