Marido é preso suspeito de esfaquear esposa grávida e matar bebê que nasceria em duas semanas em MT.

0
IMAGEM ILUSTRATIVA

Segundo boletim de ocorrência, marido não acreditava que o bebê era filho dele. Irmão da vítima disse à polícia que a ela vivia um relacionamento conturbado.

um homem foi preso na sexta-feira (18), em Nova Mutum, a 269 km de Cuiabá, suspeito de dar uma facada na mulher grávida de nove meses e matar o bebê que nasceria em duas semanas.

De acordo com a Polícia Civil, o fato aconteceu na porta da casa do casal, quese relacionava há cinco anos.

A mulher teria dito que queria se separar e marido não teria aceitado. Durante a briga, ele deu uma facada nela e acabou atingindo o cordão umbilical. Alessandra Lopes de Souza, de 32 anos, chegou a ser socorrida, mas o bebê não resistiu e morreu.

Ela daria à luz em duas semanas, mas segundo a polícia, o marido não acreditava ser o pai do bebê.

Em depoimento à Polícia Civil, o irmão de Alessandra disse que ela vivia um relacionamento conturbado e que as brigas eram constantes. O rapaz disse ainda que a irmã chegou a ser agredida outras vezes, mas não denunciou o marido.

Depois do crime, vizinhos da vítima dominaram o agressor e o seguraram o até a chegada dos policiais.

Márcio Bertoso Barbosa, 30 anos, foi preso e deve responder por tentativa de feminicídio e aborto sem o consentimento.

 Lidiane Moraes, G1 MT

Compartilhar

Deixe uma resposta