Morre cantor sertanejo, segunda vítima de atropelamento na frente de boate

0

O cantor sertanejo Renan Alcides, 25, morreu na tarde desta sexta-feira (28). Ele foi atropelado na madrugada do último domingo (23), quando saia da casa noturna Valley Pub, na Capital.

“Com uma dor indescritível que informo a todos os amigos e irmãos que tanto se empenharam por sua salvação, que o nosso filho, amigo, cantor, que cantou e encantou durante 25 anos, vai cantar e encantar nos palcos superiores”, afirmou o pai do cantor sertanejo, o procurador Mauro Viveiros.

Ele saía da boate junto às jovens Myllena Inocêncio, 22, e Hya Girotto, 21, quando foram atropelados pela professora Rafaela Screnci, 33. Myllena morreu na hora e os outros dois ficaram em estado gravíssimo. O cantor sertanejo teve traumatismo craniano.

Por meio de uma nota desta quarta-feira (26), o irmão do cantor sertanejo Ramon Alcides, 25, Mauro Viveiros, afirmou que exames constataram lesões cerebrais graves e irreversíveis.

“Conforme muito noticiado, hoje de manhã o Ra teve sérias intercorrências em seu quadro clínico, com severas elevações de sua pressão intracraniana. Após realização de exames de tomografia e ressonância magnética, foram constatadas lesões bastante significativas na estrutura cerebral dele, o que já era esperado em razão da gravidade do acidente ocorrido”, disse Mauro.

Compartilhar

Deixe uma resposta