Policial aposentado é preso por tráfico de armas no interior

0

Um policial militar aposentado foi preso pela Polícia Civil, na tarde de quinta-feira (14), no município de Primavera do Leste (231 km ao Sul de Cuiabá), por posse ilegal de três armas de fogo, dinheiro, e aproximadamente 2,5 mil munições de diversos calibres.

A.J.D.S., de 56 anos, morador do município de Gaucha do Norte (595 km ao Norte de Cuiabá), foi preso em flagrante pelo crime de tráfico internacional de arma de fogo e munições, durante trabalho da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), da Regional  de Primavera do Leste.

Uma denúncia anônima de possível comércio de armas de fogo na região de Primavera do Leste foi o ponto inicial da investigação, que apurou que o suspeito estaria atuando no ramo ilegal de compra e venda de armas e munições de diversos modelos e calibres, trazidas do Paraguai.

As investigações apontaram que A.J.D.S. negociava o armamento em Gaúcha do Norte e Paranatinga (373 km ao Sul), pelo celular usando o aplicativo WhatsApp. O suspeito era quem se deslocava até a cidade de Ponta Porã, no Estado de Mato Grosso do Sul, para buscar as “encomendas”.

Diante dos indícios de crime, policiais civis da DERF realizam monitoramento do investigado e conseguiram surpreendê-lo em um veículo Celta prata, na Rodovia que liga o município de Primavera do Leste à Rondonópolis (212 km ao Sul).

Na abordagem, o suspeito se apresentou como policial militar aposentado, sendo então conduzido à DERF, onde a Polícia Militar foi acionada, e na presença de todos feitas às buscas, pessoal e veicular.

No interior do automóvel foram apreendidas três armas de fogo sendo 1 espingarda semi automática, 1 carabina calibre 22 semiautomática, 1 pistola calibre 380, aproximadamente 2,5 mil munições de diversos calibres, a quantia de R$ 400 em dinheiro.

A mercadoria estava escondida em várias partes do carro como porta mala, entre roupas sob o banco, dentro de sacolas, e até sob o forro do banco do veículo.

A.J.D.S  não apresentou a documentação de registro do Celta, que também acabou apreendido. Ele foi interrogado e autuado em flagrante pelo crime de tráfico internacional de armas de fogo e munições.

De acordo com a delegada de polícia da DERF, Anamaria Machado Costa, a denúncia que informava que uma pessoa estaria comercializando armamentos na  região de Primavera do Leste, Paranatinga e Gaúcha do Norte.

“Com certeza essa denúncia foi a título de colaboração da própria sociedade. Como o armamento já tinha um destino, essa apreensão foi precisa tanto para o bem policial quanto para o bem da própria população”, disse a delegada Anamaria Machado Costa.

Compartilhar

Deixe uma resposta