PRB confirma Sachetti ao senado e Moretto para estadual no palanque de Wellington Fagundes

1

O PRB deu uma clara demonstração de força durante a convenção realizada neste sábado em Cuiabá.

A sigla definiu seus rumos nas eleições estaduais de outubro, acertando candidatura ao senado, apoio a governo e proporcionais para deputados estaduais e federais.
O grande destaque ficou por conta da confirmação da candidatura de Adilton Sachetti ao senado e do ex-prefeito de Nova Lacerda, Valmir Moretto para estadual.
Sachetti trouxe o grupo para a base de apoio do candidato ao governo Wellington Fagundes.

Para Moretto a composição foi boa porque ele acaba por se tornar o cabeça de chapa da chamada “frentinha” que deve eleger 4 deputados estaduais.
Focado numa campanha sólida com base no legado que deixou como prefeito Moretto vem ganhando não a só adesão de autoridades políticas mas também da população de uma forma geral.

Com um discurso municipalista e de regionalidade Valmir tem pregado por onde passa que será o candidato da região oeste e vai trabalhar focado para viabilizar recursos para os municípios que compõem o vale do Guaporé, Vale do Jauru e grande Cáceres.

Em recente sondagem por pesquisa ficou demonstrado que as chances são reais e isso tem deixado o ex-prefeito animado numa agenda que tem percorrido de três a quatro municípios todos os dias firmando parcerias e alianças com lideranças da região.
“De Cáceres a Campos de Júlio temos formado alianças, teremos frente de trabalho em todas as cidades e isso vai se converter numa expressiva votação. Não tenho dúvidas de que o projeto será bem sucedido pois tenho me cercado de pessoas boas e ganhado cada vez mais o apoio da população” disse Moretto.

Na chapa de Sachetti ficou acertado que O primeiro suplente é o ex-prefeito de Cuiabá Chico Galindo (PTB). A segunda suplência ficou com a ex-primeira-dama de Santa Carmen Alessandra Nicoli (PRB), que representa o Nortão de Mato Grosso. A advogada Sirlei Theis (PV) será a vice de Wellington rumo ao governo e a segunda vaga para senado ficou com ex-reitora da UFMT Maria Lúcia Cavalli (PC do B).

Compartilhar

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta