PRODUTIVIDADE DO MILHO SAFRINHA RECUA 15% EM MATO GROSSO

0

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) acabou de finalizar as análises da safrinha de milho, em Mato Grosso, no atual ciclo, o 2020/21, e confirmou a quebra de safra do cereal. A produtividade ficou 15% inferior ao registrado na temporada passada.

Com esse resultado, a produção estadual foi consolidada em 32,56 milhões de toneladas, queda de 8,14% ante a safra anterior.

colheita de milho está finalizada desde o final de agosto. Mesmo com inúmeros problemas ao longo do ciclo, o Imea frisa que a conclusão dos trabalhos de campo finalizou em linha com as safras passadas.

“Como era esperado pelo Instituto, a semeadura fora da janela considerada ideal para cultivo, aliada ao menor volume de chuva registrado no período de desenvolvimento da lavoura do milho em Mato Grosso, afetou o potencial produtivo da cultura em grande parte das regiões”, apontam os analistas.

Com o fim da colheita os produtores puderam avaliar o real impacto dos impasses sobre a sua produção, permitindo que o Imea consolidasse dados, especialmente em relação ao rendimento por hectare. “A produtividade do milho no Estado fechou com média de 92,65 sacas por hectare (sc/há) na safra 2020/21, valor 15,02% inferior ao observado na temporada 2019/20 e 0,95% menor que a estimativa anterior”.

Com relação às regiões, a sudeste e médio norte foram as mais afetadas com redução de 18,42% e 17,73%, em relação à última safra, respectivamente.

O sensoriamento remoto registrou avanço da área plantada em 7,78% ante a safra passada, totalizando 5,84 milhões de hectares cultivados no Estado, a maior superfície já coberta com cereal no Estado.

De acordo com o Imea, os elevados patamares de preços vistos nos últimos meses e o crescimento das demandas estadual e nacional pelo cereal foram os principais fatores que impulsionaram o aumento na área destinada à cultura para a safra 20/21.

MAIS UM RECORDE – Além da consolidação da área 2020/21 do milho safrinha, o Instituto divulgou a primeira estimativa da área plantada do cereal no Estado para a próxima safra. Considerando o panorama atual, a expectativa é de um aumento relevante da área cultivada de milho se comparado aos últimos anos, alcançando 6,22 milhões de hectares em Mato Grosso no ciclo 2021/22, 6,44% acima da área observada na última safra.

Fonte: Mato Grosso Econômico

Compartilhar

Deixe uma resposta