Saúde afasta equipe que enviou homem vivo para o necrotério

0

Caso veio à tona após uma pessoa, que passava pelo corredor do necrotério, verificar que o paciente ainda respirava.

A Secretaria de Saúde de Cuiabá (SMS) afastou 12 servidores – entre eles, três médicos – envolvidos no caso do paciente Vitalino Ventura da Silva, de 57 anos, que foi enviado, ainda com vida, ao necrotério do Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), no domingo (19).

O caso veio à tona após uma pessoa, que passava pelo corredor do necrotério, verificar que o homem respirava e registrar a situação em um vídeo.

Vitalino foi reencaminhado para atendimento no hospital e foi levado, ainda na noite de domingo, à Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No entanto, não resistiu e faleceu nesta segunda-feira (20), por volta das 12h.

De acordo com a SMS, a equipe médica afastada prestava atendimentos na Sala Vermelha, onde Vitalino estava internado, antes de ser encaminhado ao necrotério do PSMC.

Os profissionais afastados são três médicos, dois enfermeiros, seis técnicos de enfermagem e um maqueiro.

Em comunicado oficial, a pasta afirmou que abriu sindicância para apurar o caso.

Os profissionais envolvidos no erro permanecerão afastados até a conclusão das investigações. Caso eles sejam responsabilizados, caberá a cada conselho definir a pena aplicada.

A investigação da SMS deverá apurar as circunstâncias do ocorrido e as responsabilidades dos profissionais envolvidos. O relatório deverá ser concluído em 30 dias.

A secretaria também encaminhou solicitação ao Conselho Regional de Medicina (CRM) de Mato Grosso para investigação, especialmente no que se refere à atuação dos profissionais médicos.

Falecimento

O corpo de Vitalino Ventura foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e as causas da morte serão investigadas.

Confira abaixo a íntegra a nota enviada pela Secretaria de Saúde de Cuiabá:

“A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) lamenta o fato ocorrido nas dependências da Sala Vermelha do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá na madrugada do último sábado (18), no qual o paciente Vitalino Ventura da Silva, de 57 anos, que era paciente terminal, teve morte equivocadamente atestada pela equipe médica que o assistia, e esclarece que:

01) A Secretaria determinou nesta segunda-feira (20.07) a abertura de uma Sindicância para apurar as circunstâncias do ocorrido, bem como as responsabilidades dos profissionais envolvidos no caso.

02) A SMS também encaminhou solicitação ao Conselho Regional de Medicina (CRM) de Mato Grosso para uma investigação sobre o caso, especialmente no que se refere a atuação dos profissionais médicos.

03) A secretaria também comunica, com pesar, que o paciente V.V. veio a óbito por volta do meio dia desta segunda-feira, na UTI do Pronto Socorro, e que seu corpo está sendo transferido para o Instituto Médico Legal (IML) para a determinação da causa morte e a expedição do laudo que resultará no Atestado de Óbito”.

euro pneu

m_750

Compartilhar

Deixe uma resposta