Taques deve ir para PSB

0

Embora ainda não tenha anunciado, o governador Pedro Taques já estaria decidido quanto à troca de partido. Vai deixar o PDT para ingressar no PSB. O chefe do Executivo, no entanto, não é o único a acertar uma filiação à legenda socialista. Além dos prefeitos que devem segui-lo, ao menos cinco deputados estaduais discutem a possibilidade, entre eles o republicano Mauro Savi.

Se confirmada, a articulação promove exatamente o que Taques vem afirmando ser seu principal objetivo com a troca de sigla: um fortalecimento de seu grupo político no Estado. Isso porque o PSB passaria a ter, além do chefe do Executivo Estadual e do prefeito da Cuiabá, Mauro Mendes, maioria absoluta na Assembleia Legislativa, com oito deputados, além de ser o único partido a conquistar mais que uma cadeira da bancada federal de Mato Grosso.

A tendência também é pelo crescimento de número de prefeituras – hoje o PSB comanda 11 das 141 do Estado -, já que Taques pretende oficializar a escolha por uma nova sigla antes do prazo final para a filiação daqueles que pretendem disputar a eleição em 2016. Em entrevista a uma emissora de rádio de Cuiabá, o governador revelou que a intenção é disseminar por Mato Grosso a forma de governar que vem sendo implantada pela sua gestão à frente do Palácio Paiaguás.

O PSB passaria ainda a ser o maior partido do Estado, tendo em vista que o PSD, que atualmente comanda o maior número de prefeituras e tem a segunda maior bancada de deputados na Assembleia Legislativa (atualmente com quatro parlamentares), tende a se esvaziar por falta de comando.

Dos 40 prefeitos pessedistas eleitos, a maioria já se diz disposta a migrar e, dos quatro deputados estaduais, pelo menos, três aguardam apenas a abertura oficial de uma janela que permita a migração sem o risco de perder o mandato.

No Parlamento estadual a saída de Mauro Savi do PR também ajuda nesta ascensão, uma vez que a legenda republicana é a que hoje tem o maior número de deputados estaduais: cinco, no total. O próprio Savi confirma que vem dialogando com a sigla socialista e, de acordo com o secretário de Governo da Prefeitura de Cuiabá, Kleber Lima, o convite oficial será feito ainda nesta semana.

Fortalecido no Estado, o PSB pode ser também a melhor opção para os planos do governador Pedro Taques quanto ao cenário nacional. Isso porque a legenda possui menos lideranças expressivas que o PSDB, tido como outra alternativa de mudança para o ainda pedetista.

Por Laura Nabuco

s

Cópia_de_segurança_de_nova logo 2015 news.

Compartilhar

Deixe uma resposta