Unemat fica em segundo lugar no ranking do Enade em Mato Grosso.

0

4138555b-a905-4de8-bb15-2b74a2748cb7

O Ministério da Educação e Cultura (MEC) divulgou dia 8 o ranking  de universidades brasileiras, públicas e privadas, baseado no Enade 2015. A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) ficou em segundo lugar no Estado, precedida apenas pela Universidade Federal de Mato Grosso.

A pró-reitora de Ensino de Graduação da Instituição, Vera Maquêa, ainda destaca a pontuação no Enade dos cursos de Administração do câmpus de Juara e de Direito, em Cáceres que obtiveram nota 4 numa escala de 1 a 5. No Índice Geral de Cursos (IGC) a Instituição recebeu nota 3 também precedida apenas pela universidade federal que possui índice 4.

“Tiramos uma nota ótima. O IGC é um indicador de qualidade que leva em conta a média de dados dos últimos CPCs da graduação e ainda considera indicadores da pós-graduação”, comentou Vera Maquêa. O Conceito Preliminar de Curso (CPC) é calculado com base na avaliação de desempenho de estudantes, corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos, projeto pedagógico, entre outros.

A Unemat atualmente oferece opções de cursos de graduação nas áreas de Ciências Agrárias, Biológicas, Exatas e da Terra, Humanas, Sociais Aplicadas, da Saúde, Engenharias e Linguística, Letras , com entradas regulares, de 25 profissões de nível superior. A Universidade também se destaca em programas de pós-graduação. Oferta doutorados e mestrados institucionais e interinstitucionais, doutorados em rede e mestrados profissionais.

Entre as peculiaridades da Instituição estão sua presença ser sentida em praticamente todo o território mato-grossense por meio de seus câmpus, núcleos pedagógicos do Programa Parceladas e polos educacionais de ensino à distância; a oferta de Educação Indígena com cursos de licenciaturas específicos e diferenciados e por ter sido a primeira Instituição de Educação Superior (IES) de Mato Grosso a adotar uma política institucional de ação afirmativa com vistas ao acesso e à permanência de estudantes autodeclarados negros e pardos.
Enade: O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes avalia o rendimento dos alunos dos cursos de graduação, ingressantes e concluintes, em relação aos conteúdos programáticos dos cursos em que estão matriculados. O exame é obrigatório para os alunos selecionados e condição indispensável para a emissão do histórico escolar. A primeira aplicação ocorreu em 2004 e a periodicidade máxima da avaliação é trienal para cada área do conhecimento.

REFRILAR_-_PANFLETO

unnamed

Compartilhar

Deixe uma resposta