CASO VALLEY! Única sobrevivente do atropelamento em frente a Valley acorda de coma induzido

0

A estudante Hya Girotto, 21, única sobrevivente do atropelamento que vitimou o cantor sertanejo Ramon Alcides, 25 anos, e a estudante Myllena Inocêncio, 22. atropelada em frente a Valley Pub, em Cuiabá,no dia 23 de dezembro. Hya acordou há 03 dias do coma induzido e não se lembra do acidente.

A família da jovem publicou no Instagram TodosPorHyaGirotto, uma nota informando o seu estado de saúde.
“É com muita alegria que informamos que hoje os médicos retiraram a sedação e o tubo de oxigênio de Hya. Felizmente ela já consegue respirar sozinha. Acordou bem agitada, conseguiu falar algumas palavras. Porém a voz dela quase não saiu, pois ficou mais de uma semana com um tubo de oxigênio na garganta”, diz a nota.
“Fica o nosso muito obrigada a todos que estão orando por nossa menina. Somente Deus poderá retribuir esse carinho e gratidão que estamos sentindo por todos. Temos muito caminho a percorrer, por isso contamos com as orações de todos vocês”, finaliza a publicação.

No dia 23 de dezembro, os jovens foram atropelados pela professora Rafaela Screnci, 33. De acordo com a Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), a condutora da caminhonete trafegava pelo sentido bairro-centro quando atingiu os os jovens. Eles foram socorridos pela equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá.

Veja Também “Tenho certeza de que vamos entregar para a sociedade o que ela almeja”, afirma Pivetta
Myllena morreu na hora e os outros 2 ficaram em estado gravíssimo. O cantor sertanejo morreu 5 dias após o acidente com traumatismo craniano.

Os familiares disseram também que Hya ainda não está sabendo da morte dos amigos e como ela acordou bem agitada foram orientados não falarem por enquanto do ocorrido.

Compartilhar

Deixe uma resposta