Mais três homens são presos por extração de ouro em garimpo ilegal na Serra Dourada em Pontes e Lacerda.

0

13434811_1330999750246697_1469527594598046760_n

Três homens foram presos suspeitos de extraírem ilegalmente ouro na região de garimpo em Serra Dourada, na cidade de Pontes e Lacerda, a 487 km de Cuiabá. A prisão dos garimpeiros foi feita no sábado (2) e divulgada nesta segunda-feira (4). Segundo a Polícia Civil, os três são moradores de Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Fortaleza.

img-20160703-wa0006
Suspeitos foram flagrados com equipamentos usados para extração ilegal (Foto: Assessoria/Polícia Civil de MT)

De acordo com a polícia, com os envolvidos foram apreendidos diversos materiais: pás, picaretas, entre outros equipamentos usados no garimpo ilegal. Conforme o delegado, Gilson Silveira do Carmo, a Polícia Civil tomou conhecimento de que pessoas estão invadindo a área da Serra Dourada, a 30 quilômetros do Centro de Pontes e Lacerda, em busca de ouro e realizando ilegalmente a extração.

Os suspeitos, Alexandre Nunes de Mama, 38, Antonio Alberto Bezerra da Silva, 48, e Claudio Carvalho da Silva, 46, foram autuados em flagrante pelo crime previsto no artigo 21 (realizar trabalhos de extração de substâncias minerais, sem a competente permissão, concessão ou licença), da Lei 7.805, que regulamenta a atividade garimpeira.

Vários boletins de ocorrência foram registrados por fazendeiros, que relatam a invasão do local. Os suspeitos passam pelas propriedades rurais para chegar à Serra Dourada, e estão estragando cercas e furtando gado.

Os três envolvidos foram conduzidos para a delegacia, interrogados e autuados em flagrante.

Foi arbitrada a fiança no valor de R$ 1,5 mil, para cada, porém, nenhum deles efetuou o pagamento e os três foram transferidos para Centro de Detenção Provisório (CDP).

Conforme o delegado, as informações apontam que 200 pessoas estão ocupando a área. Do alto da serra os garimpeiros têm vista privilegiada e quando percebem a chegada da polícia, eles correm para o dentro do mato.

G1MT

materia

Compartilhar

Deixe uma resposta