Sicredi possui linhas de crédito que auxiliam produtores a manterem produtividade

0

Micro, pequenos, médios e grandes produtores associados podem contratar a Linha de Custeio Pecuário com taxa de 4% a 6%

O período de estiagem chega a Mato Grosso. Marcada por 150 dias de seca, de abril a
setembro, essa época preocupa os produtores rurais, principalmente pecuaristas, que
precisam adotar estratégias na administração de insumos e para alimentação dos
animais. Uma maneira de evitar possíveis perdas na produção é o planejamento, que
envolve o manejo sustentável do rebanho e a contratação de linhas de custeio
pecuário, estas oferecidas pelo Sicredi.

O produtor precisa entender quais as alternativas que possui para alimentação de seu
rebanho nesse período, para não perder produtividade e renda. O engenheiro
agrônomo e professor do curso de Agronomia da Universidade Federal de Mato
Grosso (UFMT), Arthur Behling Neto, aponta como opções a vedação de pasto, sendo
esta a mais econômica; a produção de feno e de silagem e a suplementação animal
que se torna obrigatória para que os animais não percam peso.

“Aquele produtor que não se planeja acaba se deparando com o chamado ‘boi
sanfona’, que ganha peso durante os meses de chuva e perde durante a seca. Isso
aumenta o tempo de abate dos animais que, ao invés de serem abatidos em dois anos
e meio, são abatidos em três ou quatro anos”, explica Arthur.

Assim, o pecuarista que faz o planejamento de sua propriedade nos meses de janeiro e
fevereiro tem a relação e o controle de todos os insumos necessários para administrar
a alimentação do rebanho no período de estiagem. De acordo com a consultora de
Negócios Agro da Central Sicredi Centro Norte, Cristieny Paiva, essa preparação
otimiza e rentabiliza a comercialização.

“Ao fazer o planejamento utilizando a linha de crédito do Sicredi, o produtor tem
vários benefícios, como crédito para o custeio com taxas de juros compatíveis com a
atividade e pode fazer a compra antecipada dos insumos, a preços diferenciados.
Assim, ele terá como resultado o manejo sustentável do rebanho, evitará o efeito
sanfona nos animais, terá carcaças uniformes e por consequência melhores preço de
venda”, relaciona Cristieny.

E esse foi o resultado atingido pelo pecuarista e produtor de leite de Araputanga (a
338 km de Cuiabá), Orlandino Bispo de Souza, que se programa anualmente para esse
período. Produtor rural há nove anos, conta com um rebanho de 47 cabeças entre
vacas leiteiras e bezerros, e utiliza da silagem de milho, que planta em sua
propriedade, para alimentar o rebanho. “Contratei a linha de crédito do Sicredi há dois
anos para investir em barracão, na infraestrutura e na compra de vacas geneticamente
melhores. Para quem se prepara é mais fácil produzir na seca do que nas águas porque
não tem barro e o preço do leite é maior. Além disso, ao produzir minha própria

Classificação da informação: Uso Interno

silagem meu custo diminui. Já cheguei a produzir 480 litros por dia com 5 vacas.  Este
ano a expectativa é produzir no mínimo 300 litros por dia, com 12 vacas no curral”,
conta Orlandino.

O produtor ainda destaca que o desempenho do rebanho durante a estiagem depende
da dedicação do pecuarista e do interesse em buscar informações que o ajude a
melhorar a produtividade. Por isso, é importante criar um planejamento para esse
período.

Linhas de Custeio Pecuário – A linha de crédito oferecida pelo Sicredi é com recursos
controlados e recursos livres, alterando apenas a taxa de juros que é de 4% a 6% ao
ano e de 4,3% a 15% ao ano, respectivamente. Pode ser financiado até 100% do
orçamento apresentado, com o prazo das operações de custeio pecuário de seis meses
até dois anos, de acordo com os itens a serem financiados.

O Sicredi possui também em seu portfólio de crédito, linhas específicas para operações
de investimento de longo prazo e que atendem as necessidades da propriedade rural
tais como plantio, reforma e recuperação de pastagens, calagem, construções de
cercas, piquetes, captação e distribuição de água, equipamentos, entre outros itens
necessários à atividade pecuária.  Para mais informações, os associados podem
consultar sua agência de relacionamento.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus
associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão
do Sicredi valoriza a participação dos mais de 5 milhões de associados, os quais exercem papel
de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 24 estados* e no Distrito
Federal, com mais de 2.000 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros
(www.sicredi.com.br).

*Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato
Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio
Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.
Facebook | Instagram | Twitter | LinkedIn | YouTube

O Sicredi Centro Norte, que abrange os estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará, Acre e
Amazonas, tem mais de 500 mil associados, com 201 agências em 152 municípios.

Compartilhar

Deixe uma resposta