Temer diz que dará apoio financeiro a governo de MT para conclusão das obras do VLT.

0
Governador e secretário de cidades se reúne com o presidente Michel Temer Foto: (Maycon Toscano Gcom)

BANNER-MATERIA

Governo pediu apoio de Temer para articulação de uma nova linha de crédito junto à Caixa Econômica, em busca de aproximadamente R$ 600 milhões que são necessários para concluir a obra.

O governador Pedro Taques e o secretário das Cidades, Wilson Santos, estiveram reunidos nesta terça-feira (21) com o presidente da República, Michel Temer. A comitiva do governo de Mato Grosso pediu para que o presidente articule junto a Caixa Econômica Federal uma nova linha de  aproximadamente R$600 milhões que irão ser destinados para a conclusão da obra do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e Várzea Grande, obra que está paralisada desde dezembro de 2014.

obras_do_vlt

Trilhos do VLT estão se enferrujand foto (Gcom)

Pedro Taques disse que esteve reunido diversas vezes com representantes da Caixa e que as obras devem ser retomadas em breve. “Estamos focados nisso, é um compromisso nosso darmos continuidade nesta obra. Vamos terminar o VLT, mas não vamos jogar o lixo paraBANNER-MATERIA-1 debaixo do tapete, como dissemos desde o primeiro dia de Governo. Conseguimos diminuir o valor que ainda resta para pagamento e precisamos de dinheiro da União para concluir.”, disse o governador.

De acordo com o secretário das Cidades, Wilson Santos, a obra tem tudo para ser retomada já nos próximos meses. “O próximo passo agora é comprovarmos capacidade de endividamento do Estado, mas o presidente da Caixa Econômica elogiou o nosso Governo por mantermos em dia o pagamento das dívidas. Tudo nos leva a crer que nas próximas semanas garantiremos os recursos finais para retomarmos a obra e concluí-la sem nenhum risco financeiro.”, afirmou.

A obra do VLT, com um total de 22 quilômetros entre Cuiabá e Várzea Grande, foi paralisada por determinação judicial. Desde então, o governador Pedro Taques e a Secretaria das Cidades mantiveram reuniões com o Consórcio VLT e várias outras em Brasília em busca de um acordo e de respaldo financeiro para a conclusão da obra. Uma nova reunião deve ocorrer ainda esta semana na Caixa Econômica Federal, em que será feita a avaliação de risco de Mato Grosso para a aquisição de nova linha de crédito e, em breve, o contrato poderá ser assinado.

VLT

Com R$ 1 bilhão já investido, a obra do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que deveria ter ficado pronta para atender a demanda da Copa do Mundo de 2014, completou dois anos parada, neste mês de dezembro.

Conforme o governo, o maior impasse é em relação ao custo para concluir o projeto. O estado diz já ter repassado R$ 1.066 bilhão às empresas e que o consórcio está pedindo mais R$ 1,2 bilhão para terminá-la. Inicialmente, esse projeto estava orçado em R$ 1,4 bilhão. Ou seja, deve custar o dobro que o orçamento inicial.

Crédito: Por José Wallison

PETSHOP

15094452_367047076970008_3025860760088534545_n

Compartilhar

Deixe uma resposta