Zootecnista tem quase 100% do corpo queimado ao tropeçar enquanto tentava apagar incêndio em Cáceres.

0
Luciano da Silva Beijo, de 36 anos, teve quase 100% do corpo queimado em incêndio — Foto: Facebook

Luciano da Silva Beijo, de 36 anos, e outros dois funcionários que trabalham na fazenda tentaram conter as chamas, mas foram surpreendidos por uma rajada de vento. Vítima ficou presa ao cair e foi alcançada pelas chamas.

Um zootecnista teve quase 100% do corpo queimado durante um incêndio em uma fazenda às margens da BR-070, nas proximidades da Serra do Facão em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, na tarde de domingo (6).

Segundo informações, Luciano da Silva Beijo, de 36 anos, e outros dois funcionários que trabalham na fazenda tentaram conter as chamas, mas foram surpreendidos por uma rajada de vento muito forte que propagou o fogo.

O fogo ‘saltou’ para o outro lado da estrada e se alastrou no pasto da fazenda.

Todos correram, mas Luciano tropeçou, ficou preso e foi alcançado pelas chamas.

Ele foi sorrido por outros funcionários e encaminhado ao pronto em estado grave no Hospital Regional de Cáceres com quase 100% do corpo queimado.

Ainda conforme a direção da fazenda, toda a assistência está sendo oferecida à família e ao funcionário.

O zootecnista será transferido para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Cuiabá ainda nesta terça-feira (8).

O estado de saúde de Luciano inspira cuidados. Somente o zootecnista ficou ferido.

A pedido da família, coloquem a vida do Luciano em oração, independente de religião.

Por Alexia Schumacher, Centro América FM

Compartilhar

Deixe uma resposta